Maior classe de trabalhadores do Brasil merece respeito

Foto: Reprodução/Internet

A enfermagem, que, além dos enfermeiros, engloba os técnicos e auxiliares, é a maior categoria da saúde organizada no Brasil. É ela que cuida do paciente por 24 horas. Sem a enfermagem é impossível pensar em saúde e é ela que dá os cuidados para o paciente, sem ela, a prescrição vai ficar no prontuário do paciente, será só uma medicação no papel. Sem enfermagem não tem como fazer saúde. 

O enfermeiro está na porta de todo atendimento e vai estar sempre presente a partir da entrada do paciente. Quando o médico está ocupado e não pode atender, é o profissional da enfermagem que se expõe, muitas vezes em um momento de tensão, um diagnóstico ruim, um momento de perda.

Uma das maiores dificuldades da enfermagem é em relação ao reconhecimento e valorização dos enfermeiros, que muitas vezes são sobrecarregados com jornada de trabalho exorbitante, plantões cansativos e condições de trabalho nem sempre favoráveis. Esses guerreiros da saúde estão preparados a se doarem mais pelas outras, mesmo que lhes custe tempo e momentos que não voltam, por isso abraçam com amor e dedicação esse propósito.

Mesmo com todas as dificuldades, todos os anos surgem novos profissionais dispostos a aceitar o desafio da enfermagem. É importante que haja uma mobilização da classe e da população para cobrar aos serviços de saúde a valorização que tanto merecem. Reconhecer o profissional que acompanha a população desde seu nascimento, passando por diversos momentos marcantes de sua vida, até seus últimos dias é um ato de amor e gratidão.